Itaú Unibanco (ITUB4) gera expectativa de menores provisões em novo balanço

Por Vinicius Pereira, publicado no site da Suno Research em 29/01/2021 18:17


Itaú Unibanco (ITUB4) gera expectativa de menores provisões em novo balanço

A chegada da pandemia causada pelo novo coronavírus (covid-19) fez com que os bancos separassem parte das receitas para serem utilizadas em caso de um aumento da inadimplência na carteira de crédito. Agora, as vésperas da divulgação do resultado do quarto trimestre de 2020 do Itaú Unibanco (ITUB4), agentes do mercado já aguardar uma redução dessas provisões.


Para os analistas ouvidos pelo SUNO Notícias, o Itaú Unibanco deve abrir a temporada de balanços dos bancos mostrando que a preocupação em relação a um forte aumento da inadimplência parece ter passado, por ora.


“De modo geral, os resultados de bancos devem apresentar uma tendência de recuperação na parte do crédito e de reversão de provisões que foram feitas no primeiro e segundo trimestre [do ano passado], então temos uma expectativa mais positiva agora para Itaú Unibanco e os demais bancos”, disse Rodrigo Glatt, gestor da GTI Investimentos.


Mauricio Rahmani, analista da Reach Capital, também acredita que os resultados divulgados pelo banco deverão reduzir tais provisões para devedores duvidosos (PDD) e já apontar para um 2021 melhor.


“A ideia é que o ano que vem tenha uma reversão grande de provisão e isso deve ajudar muito o lucro líquido do Itaú Unibanco no ano que vem. A expectativa é que, com os dados econômicos melhores e sem a inadimplência, que não está aparecendo, eles possam reverter um pouco da provisão em 2021″, afirmou.


No primeiro trimestre do ano passado, o Itaú Unibanco (ITUB4), separou para créditos de liquidação duvidosa um total de R$ 10,39 bilhões, uma alta de 147,2% bilhões frente os primeiros três meses do ano passado.


No segundo trimestre, o montante destinado a provisões foi de R$ 7,561 bilhões. Já no terceiro trimestre, as provisões caíram para R$ 6,32 bilhões, um patamar ainda maior que em 2019, mas menor na comparação trimestre a trimestre.

Itaú Unibanco terá balanço “morno”, mas dividendos animam


Apesar da redução das provisões, os agentes do mercado não esperam por grandes resultados apresentados pelo Itaú Unibanco para o quarto trimestre do ano passado.


“Teremos um resultado morno ainda, receita de juros caindo um pouco por causa dos spreads mais baixos, por outro lado a receita de serviços deve recuperar com a retomada da economia”, disse Mauricio Rahmani, analista da Reach Capital.

De acordo com o analista, a expectativa é pelo foward guidance para 2021 e como os bancos deverão entrar neste ano. “A ideia é que o ano que vem tenha uma reversão grande de provisão e isso deve ajudar muito o lucro do Itaú Unibanco no ano que vem”, afirmou.


A XP Investimentos acredita que, com lucro maior, os acionistas da companhia podem se beneficiar com distribuição deste, assim que o Banco Central (BC) permitir.

“Acreditamos que a criação de valor a longo prazo também advenha do reinvestimento nos projetos certos, com retornos acima do custo de capital do banco, ou do pagamento de Juros sobre Capital Próprio (JCP) e dividendos“, informou, em relatório.


Rodrigo Glatt, gestor da GTI Investimentos, sem tantas provisões e com resultados, a instituição financeira pode surpreender na distribuição aos acionistas.

“Como eles estão bastante líquidos e foram impedidos de distribuir dividendos, estamos na expectativa de que possa vir mais dividendos maiores. Então é uma perspectiva positiva para os bancos de modo geral”, disse sobre Itaú Unibanco.

© All rights reserved for GTI Administração de Recursos LTDA.